Resiliência – 05 dicas de como se tornar mais resiliente

Marque sua consulta com Psicólogo Online

resiliencia
Resiliência – 05 dicas de como se tornar mais resiliente
Avalie esse post

Como as pessoas lidam com eventos difíceis na sua vida? Uma morte de ente querido, perda de emprego, doença grave e outros eventos traumáticos; todos estes são exemplos de experiências muito desafiadoras. O que capacita uma pessoa a saber lhe dar com tudo isso? Envolve uma palavrinha chamada de Resiliência.

Ao contrário do pensamento positivo, a autocompaixão ou gratidão que pode ser desenvolvida quando as coisas estão indo bem ou indo mal – você precisa de desafios em sua vida para desenvolver resiliência. Você tem que ser derrubado para aprender a se recuperar. Com o tempo, você começará a perceber que, ao ser derrubado, você fica mais forte – além disso, fica menos receoso de ser derrubado novamente.

Resiliência é um processo contínuo que requer tempo e esforço, onde envolve a pessoa em várias etapas. Pessoas resilientes tendem a manter uma visão mais holística de tudo, ou seja, uma visão mais positiva e lidar com o estresse de forma mais eficaz. Algumas pessoas parecem ter nascido com a resiliência, que em seu conceito é a capacidade de superar contratempos com relativa facilidade, enquanto outras aprendem durante o percurso da vida.

Este artigo destina-se a ajudar os leitores a seguirem seu próprio caminho para a resiliência. Não importa se você está passando por um período difícil agora ou se deseja estar preparado para o próximo.

Conteúdos

LEIA  Escolha seu destino!

05 dicas para promover a resiliência.

Cuide-se

Preste atenção às suas próprias necessidades e sentimentos, se coloque em primeiro plano. Envolva-se em atividades que goste de praticar e encontre momentos relaxantes. Se exercite regularmente. Cuidar de si ajuda a manter sua mente e corpo preparados para lidar com situações que exigem resiliência.

Faça conexões

Boas relações com pessoas próximas, como amigos e familiares são muito importantes. Aceitar ajuda e apoio daqueles que se preocupam com você e ouvirem você fortalece a resiliência. Algumas pessoas acreditam que ser ativo em grupos, organizações religiosas ou outros grupos que fornece apoio social beneficia muito para se tornar mais forte.

Solte sua tensão

Desenvolva saídas para expressar suas emoções e deixar a tensão sair de sua mente. Recomendo estas 04 atividades para deixar a tensão de lado e dá espaço para ser mais resiliente:

Aceite a mudança

A flexibilidade é uma parte essencial da resiliência. Aprendendo a ser mais adaptável, você estará bem mais equipado para responder diante de uma crise na vida, sendo mais resiliente.

Seja otimista

Uma visão otimista permite que você espere que coisas boas aconteçam em sua vida. Uma perspectiva positiva e esperançosa tornará você com muito mais resiliência. Lembre-se sempre que de muitos dos problemas que você enfrentará na vida são temporários e que já superou tanto outros contratempos no passado. Ser otimista não é ignorar o problema, é visualizar o que você quer, em vez de se preocupar com o que você teme.

Agora é sua vez de tentar. Tudo bem se isso for difícil no começo. Assim como qualquer outra habilidade, isso requer prática. Comece por gastar alguns minutos pensando nos benefícios de uma experiência negativa. Tente realmente procurar tantos benefícios quanto você pode pensar. Faça a si mesmo estas perguntas para debater:

  • Houve ou haverá algum resultado positivo resultante dessa situação?
  • Você é grato por qualquer parte desta situação?
  • De que maneira você está melhor do que quando começou?
  • O que você aprendeu?
  • Como você cresceu e se desenvolveu como resultado dessa situação?
LEIA  Ser forte!

Outras formas adicionais de fortalecer a resiliência podem ser bastante úteis. Por exemplo, cultivar hábitos saudáveis, aprender habilidades novas, sorrir mais, ter propósito na vida, entre outras. A chave é identificar maneiras que provavelmente funcionam bem para você como parte de sua própria estratégia pessoal para promover a resiliência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *