O que é e como sair de um relacionamento abusivo

Marque sua consulta com Psicólogo Online

🕕Tempo de Leitura: 4 Minuto(s)
O que é e como sair de um relacionamento abusivo
4.5 (90%) 2 votos

Com certeza você já ouviu falar sobre relacionamento abusivo. Mas será que você consegue perceber se está fazendo parte de um? Se está, sabe como sair dele?

Aqui mostraremos alguns comportamentos que seu parceiro – ou parceira – pode estar tendo e que são sinais de abuso, mas que por diversos motivos talvez você ainda não tenha considerado assim.

Antes de tudo saiba que você não está só. Infelizmente muitas pessoas passam por isso, mas há também muitas outras prontas para te apoiar. Em casos assim se afastar e pedir ajuda são com certeza as melhores opções.

O que é um relacionamento abusivo?

Em primeiro lugar é preciso desmistificar a ideia de que um relacionamento abusivo é somente aquele que envolve agressão física. Agressões com palavras e atitudes também fazem parte desse quadro e são tão dolorosas e marcantes quanto a violência propriamente dita.

É considerado um relacionamento abusivo a relação em que um dos parceiros utiliza recursos possessivos contra o outro, de forma a dominá-lo e mantê-lo preso na relação. O parceiro abusador usa seu “poder” com o objetivo de manter o outro ao seu lado a qualquer custo, não se importando com suas emoções, vontades ou opiniões.

Quando o ciúme é excessivo ou quando o outro te impede de ter contato com amigos e familiares, tentando te convencer que somente ele basta em sua vida, isso já é sinal de um relacionamento abusivo.

Mas não tente justificar atitudes assim como sendo uma característica da personalidade da pessoa ou como uma grande demonstração de amor. Não há como alguém que te coloque para baixo ou te impeça de ser melhor estar te fazendo bem.

Você está em um relacionamento abusivo? FAÇA O TESTE

Sinais de que você está em um relacionamento abusivo

Finalmente você conseguiu a tão sonhada promoção em seu emprego! Lutou muito para isso e a pessoa que está ao seu lado acompanhou o tempo todo sua batalha. Acontece que essa nova função tomará um pouco mais do seu tempo e de sua atenção. Talvez horas a mais no trabalho ou até mesmo algumas poucas viagens. Mas tudo bem, você está feliz e chegou aonde queria.

Agora é hora de dividir essa conquista com quem você ama, e ao contar tudo isso para ela ao invés de ouvir um grande e sonoro parabéns, tudo que ouve são insinuações como: “Mas será que você vai dar conta de tudo isso?”; “Em troca de que você foi a pessoa escolhida para esse cargo?”; “Agora vou ter que ficar sozinho em casa te esperando chegar por causa desse empreguinho?”.

O que era para ser um momento de alegria e apoio tornou-se algo pesado e desconfortável, inclusive te fazendo pensar se realmente é digna de merecer tudo isso. Estar em um relacionamento abusivo inclui situações como essas.

Muitas vezes o parceiro abusador também irá tentar te convencer de que é a única pessoa no mundo capaz de te amar. Caso você a deixe, jamais encontrará outra igual. Nem seus amigos ou familiares são bons o suficiente para estarem ao seu lado. Afinal, do ponto de vista dele, essas pessoas só estão dispostas a separarem vocês, pois só veem defeitos nessa relação.

A verdade é que possivelmente elas já estejam te dando um sinal de alerta, mas infelizmente você ainda não consegue ver.

Consequências de estar em um relacionamento abusivo

Com o tempo você realmente se convence de que não é tão boa para ser amada por outra pessoa e também começa a se afastar de todos.

Deixa de frequentar a casa de familiares e encontros ou até conversas rápidas com amigos de longa data já não fazem mais parte da sua vida. Se forem amigos do sexo oposto então, possivelmente você até já tenha apagado o contato deles. Tudo isso para que seu relacionamento não seja prejudicado, afinal, tudo isso é somente prova de todo amor e cuidado que o parceiro tem por você.

Roupas que costumava usar estão no fundo do guarda-roupa, pois não são do agrado dele e usá-las seria motivo de briga e confusão, por mais que você se sinta bem e confortável. E quando insiste em dar uma opinião ou fazer valer a sua vontade, é taxada como uma pessoa louca e muitas vezes é preciso ser contida fisicamente para “se acalmar”.

O relacionamento abusivo só cresce cada dia mais, e mesmo começando a notar que realmente há algo errado, são tantas as “justificativas” da outra pessoa que você mais uma vez se convence que o melhor é aceitar aquela situação, pois foi a vida que você escolheu e se dê por satisfeita com isso.

O sexo que era agradável e prazeroso tornou-se obrigação, algo que independe de sua vontade. Sua obrigação é atender aos desejos e necessidades de seu parceiro e de nada adianta dizer que não quer ou que por algum motivo não pode. Você não tem mais voz para isso, e mesmo se tivesse, para o parceiro abusador suas vontades não valem nada.

E aquela tão sonhada promoção que conseguiu anteriormente? Achou melhor recusar ou poderia “ficar para sempre sozinha” caso seguisse adiante.

Como sair de um relacionamento abusivo

Você pode – e deve – sair de um relacionamento abusivo e refazer sua vida, indo em busca do que realmente merece ter. Para isso siga essas dicas:

  • Afaste-se do abusador e não deixe que suas ameaças e abusos psicológicos te impeçam de seguir em frente;
  • Lembre-se que você merece muito mais que está recebendo e com toda certeza é digna de ter ao seu lado alguém que realmente te valorize e apoie;
  • Procure ajuda. Nessas horas é importante estar amparada por amigos, parentes e até mesmo por profissionais. Saiba que existem leis que te protegem e que permanecer nessa condição de abuso só tende a tornar a situação cada vez pior;
  • Considere iniciar um acompanhamento psicológico. O apoio de pessoas que te amam é muito importante, porém um profissional conseguirá mostrar todas as questões que te fizeram aceitar esse tipo de relacionamento. Ele também te mostrará a melhor forma de trabalhar sua mente e emoções, e assim deixar para trás todo esse período ruim, com força e estrutura para que outro relacionamento abusivo nunca mais volte a fazer parte da sua vida.

agendar psicologo virtual

Você está em um relacionamento abusivo? FAÇA O TESTE

Redatora e Produtora de Conteúdo Web

LEIA  Benefícios da Terapia de Casal Online