Inteligência Emocional: 7 Maneiras Práticas de Melhorar

Marque sua consulta com Psicólogo Online

Inteligência Emocional: 7 Maneiras Práticas de Melhorar
4.8 (95%) 32 votos

A Inteligência Emocional é a capacidade da pessoa reconhecer suas emoções e as dos outros, discernir entre diferentes sentimentos e identifica-los corretamente. A pessoa que possui essa capacidade utiliza as emoções para guiar os pensamentos e comportamento, e gerencia as emoções para se adaptar aos ambientes ou atingir objetivos.

A inteligência emocional é fundamental para a nossa experiência de vida e pode influenciar o sucesso de nossas relações e carreiras. Qualquer que seja a fase de sua vida em que você se encontra, você pode usar os sete passos a seguir para melhorar a sua Inteligência Emocional e desenvolver seu autoconhecimento e empatia.

Pratique a observação de como você se sente

No processo de correr de um compromisso pra outro, cumprir prazos e atender às diferentes demandas, muitos de nós perdemos o contato com as nossas emoções. Quando fazemos isso, é muito mais provável agirmos inconscientemente, e perdemos a valiosa informação que contém em nossas emoções.

Sempre que temos uma reação emocional a algo, estamos recebendo informações sobre uma situação, pessoa ou evento em particular. A reação que experimentamos pode ser devido à situação atual, ou pode ser que a situação atual esteja apenas nos lembrando de uma memória dolorosa e não processada..

Quando prestamos atenção a como nos sentimos, aprendemos a confiar em nossas emoções e nos tornamos muito mais hábeis para lidar com elas. Se você se sente fora de prática, tente o seguinte exercício:

Utilize um alarme para diferentes horários durante o dia. Quando o alarme surgir, respire profundamente algumas vezes e observe como você se sente emocionalmente. Preste atenção em como essa emoção está se mostrando, como uma sensação física em seu corpo e como é a sensação. Quanto mais praticar, mais se tornará algo natural.

Preste atenção em seu próprio comportamento

Como mencionado anteriormente, uma parte fundamental para melhorar a nossa inteligência emocional é aprender a lidar com as nossas emoções, algo que só podemos fazer se somos conscientes delas.

LEIA  Pare de reclamar | Como lidar com pessoas que reclamam

Enquanto faz a sua autoconsciência emocional, preste atenção em seu comportamento também. Observe como age quando experimenta certas emoções e como isso afeta sua vida diária. Elas impactam na sua comunicação com os outros, sua produtividade ou a sua sensação geral de bem-estar?

app-autoconhecimento

Baixe o App do Diário do Psique e Pratique o registro das emoções

Uma vez que nos tornamos mais conscientes de como reagimos às nossas emoções, é fácil entrar no modo de julgamento e começar a pôr etiquetas no próprio comportamento. Tente abster-se de fazer isso, já que será muito mais provável que seja honesto consigo mesmo se não se está a julgar a si mesmo..

Assuma a responsabilidade de seus sentimentos e comportamentos

Este é provavelmente o passo mais desafiador e também o mais útil. Suas emoções e comportamento vêm de ti, não vêm de ninguém mais, portanto, você é o responsável por eles.

Se você se sente magoado em sobre algo que alguém diz ou faz, e o agride, você é responsável por isso. A pessoas que ti disse algo, não fez você o agredir (afinal, ela não estava ti controlando com um controle remoto), portanto, sua reação é de sua responsabilidade.

Seus sentimentos podem fornecer informações valiosas sobre sua experiência com outra pessoa, assim como suas próprias necessidades e preferências, mas seus sentimentos não são de responsabilidade de outra pessoa.

Uma vez que você começar a aceitar a responsabilidade de como você se sente e como você age, isso terá um impacto positivo em todas as áreas de sua vida.

Pratique Responder, em vez de Reagir

Há uma diferença sutil, mas importante entre responder e reagir.

Reagir é um processo inconsciente em que experimentamos um gatilho emocional e nos comportamos de uma maneira inconsciente que expressa ou alivia essa emoção (por exemplo, sentindo-se irritado e atacando a pessoa que nos acaba de interromper).

Responder é um processo consciente que implica observar como você se sente, então, decidir como você quer se comportar (por exemplo, sentir-se irritado, explicar às pessoas como você se sente, por que não é um bom momento para te interromper e quando seria melhor).

LEIA  Autossabotagem: O que é, como identificar e evitar

Pratique empatia consigo mesmo e com os outros

A empatia é entender por que alguém sente ou se comporta de certa maneira e ser capaz de comunicar essa compreensão. Se aplica a nós mesmos e a outras pessoas, e praticar esta habilidade melhora a inteligência emocional.

Comece praticando com você mesmo. Quando você estiver sentindo-se ou comportando-se de certa forma, pergunte “Por que estou sentindo isso?” No início, sua resposta poderia ser “não sei”, mas continue prestando atenção aos seus sentimentos e comportamento, e começará a notar as diferentes respostas.

Crie um ambiente positivo

Além de praticar as habilidades que mencionei até agora (autoconsciência, auto-responsabilidade e empatia), separe um tempo para perceber o que está indo bem e sobre o que se sente grato em sua vida.

Criar um ambiente positivo, não só melhora a sua qualidade de vida, mas que também pode ser contagioso para as pessoas ao seu redor.

Lembre-se de que a inteligência emocional é um processo de vida

A inteligência emocional não é algo que se desenvolve uma vez só e pronto. É uma prática de vida, e é possível continuar a melhorar. Mesmo quando sentir que dominou estes passos, lembre-se de continuar praticando e vai colher os benefícios da inteligência emocional para o resto de sua vida.

Veja mais:

>> 05 formas de como se auto conhecer: Autoconsciência e Autoconhecimento <<

Como meditar

Se você segue estas dicas mas não consegue evoluir, você sempre pode marcar uma orientação com Psicólogo Online.

Experiência em psicologia clínica com crianças, adolescentes e adultos, atendimento individual, atendimento à criança com câncer e familiares, atuação em psicologia na atenção básica da saúde e escolar.

Criadora dos aplicativos Diário do Psique (Play Store e App Store) e Pense Saudável (app de emagrecimento), com mais de 100 mil downloads.

Realizo atendimento como psicólogo online e também sou Voluntária do projeto Colheita do amor, organização voltada para contribuir a melhoria e qualidade de vida de pacientes portadores de Câncer. Psicóloga da AAPC (Associação de Apoia a Pessoa com Câncer), localizado na cidade de Feira de Santana.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *